OraNet



GRUPO VIRTUAL DE INTERCESSORES

Qual o papel do grupo?

A equipe de intercessores é formada por leigos e religiosos de qualquer parte do Brasil e do mundo de língua portuguesa. Sendo um mero instrumento aos olhos de Deus, ela é a peça fundamental do OraNet. Cabe a ela a importante missão de manter um ambiente permanente de oração, sempre em prol da causa de um irmão que solicita os préstimos do nosso singelo serviço.

Intercessores (membros permanentes do OraNet) e visitantes em geral formam uma importante rede de oração on line pela Internet, proporcionando uma grande força no campo da ajuda cristã e humanitária ao próximo.


Porque orar?

"Quando o Filho do homem vier, encontrará fé sobre a terra?" (Lc 18,8). Fé e oração estão intimamente unidas. Se é verdade que para orar é preciso crer, também para crer é necessário orar. A oração perseverante é expressão e alimento da fé em Deus. O dirigir-se a Deus explicitamente é ato de fé nele, como pessoa sempre presente e distinta de qualquer outra realidade. (Missal Dominical, Paulus)

Em Lc 11,1 temos a seguinte passagem: "Senhor, ensina-nos a rezar". Este foi o pedido de um dos discípulos de Jesus para que lhe ensinasse a rezar, então Jesus ensinou-lhe o PAI NOSSO.

Cada um tem seu modo de rezar: uns gritam e esbravejam como Jó na Bíblia; outros balbuciam; outros levantam os braços em direção a Deus; outros se recolhem em si mesmos, no silêncio, etc. (ORAÇÕES DO POVO DE DEUS, Vozes)

Santo Afonso, conhecido como Doutor da Oração, foi um homem que muito orou. Em média ele dedicava oito horas diárias de oração. Todo cristão tem a necessidade absoluta de pedir a Deus a salvação e de como o devemos fazer. Santo Afonso recomendava que todos fizessem pelo menos uma hora de oração diária, além de freqüentes e rápidas preces nas diversas oportunidades do dia. A graça de orar é dada normalmente a todos e, mediante a oração, todos podem obter de Deus os outros auxílios necessários para a salvação. Reze no seu quarto, reze na igreja, reze no carro enquanto dirige, reze o terço, reze sempre!

Sem a oração, segundo a providência ordinária de Deus, serão inúteis todas as meditações, todos os propósitos e todas as promessas. Deus não concede senão a quem reza e reza com perseverança. A oração consiste propriamente na elevação da alma a Deus.

"Todo aquele que pede, recebe; todo o que busca, acha" (Lc 11,10). Santo Afonso dizia que a graça da oração é concedida a todos; Ele quer a salvação de todos e Ele ama os que nele confiam.

 

 Algumas regras básicas que funcionam

Resumimos a seguir alguns procedimentos recomendados para a prática do ofício da oração, individual ou em grupo, que funcionam muito bem:

  • rezemos muito pela conversão dos pecadores;

  • peçamos as graças necessárias à salvação (os bens temporais não são necessárias à salvação);

  • quando Deus nos atende é sempre para nosso maior bem;

  • que rezemos com devoção e perseverança. Com devoção, quer dizer, com humildade e confiança; com perseverança, que dizer, sem deixar de rezar até a morte (S. Tomás)

  • considerar que Deus ouve a oração dos humildes e repele a dos orgulhosos;

  • lembrar que, por mais carregada que esteja uma alma de pecados, Deus não pode desprezar um coração quem se humilha pedir com fé e sem hesitação alguma;

  • considerar que jamais se perdeu quem confiou em Deus;

  • ter em mente que nenhum pecador arrependido pediu ao Senhor benefícios, sem receber o que desejava;

  • considerar, finalmente, que a graça da oração é concedida a todos; Ele quer a salvação de todos e Ele ama os que nele confiam.

 

 Como fazer parte do grupo de intercessores?

Para tornar-se um intercessor virtual é necessário cadastrar-se no site MUNDO CATÓLICO. Na ficha de cadastro informe os seguintes dados: nome, endereço postal, cidade, estado, país (se reside fora do Brasil), religião, um pequeno relato da sua experiência em orações e, se for o caso, informações sobre participações em grupos de intercessão, etc, além do endereço eletrônicoO candidato  inicialmente participará de um treinamento virtual de nivelamento sobre práticas de intercessão e de orações. Em seguida o neo intercessor será admitido no grupo virtual (lista de discussão), um local exclusivo para troca de informações e experiências práticas de orações, a nível individual e em grupo. A partir de então o neófito passa a receber normalmente todos os pedidos registrados neste portal imprimindo-os para as considerações de rotina, em suas orações, nível individual ou de grupo presencial. 

Além de leigos e leigas que cultivam o hábito da oração, estamos também cadastrando  religiosos e religiosas, em grupo ou individual, notadamente aqueles(aquelas) que vivem em conventos e são especialistas no exercício da oração diária.


Procedimentos recomendados para a equipe

Eis alguns procedimentos práticos recomendáveis para cada participante da equipe de intercessores:

  1. Mantenha o hábito da oração diária (no seu quarto, no seu caminho para o trabalho, na reunião do seu grupo de oração, não importa onde). Se houver condições para entrar em sintonia de oração com todo o grupo, não hesite em participar;

  2. Quando lhe faltar inspiração para orar, recorra à Bíblia, ao seu livro preferido de orações, à liturgia das horas, a outra fonte inspiradora, a seu critério;

  3. Se você já estiver cadastrado como intercessor virtual do OraNet, então cada novo pedido registrado neste portal será enviado automaticamente para o seu seu e-mail;

  4. Nunca deixe de enviar mensagens transmitindo a força da sua fé para o irmão: mande também trechos bíblicos, orações especiais e diga que a equipe estará toda sintonizada em um determinado horário para interceder por ele, através da oração, quando for o caso. Mostre que você também está intercedendo por ele;

  5. Quando houver comunicação por e-mail com o solicitante, procure ter habilidade no trato das palavras e das mensagens enviadas. O fator comunicação é muito importante nesse processo. Todavia, palavras ou frases inadequadamente colocadas poderão atrapalhar a ação da equipe e levar o solicitante ao descrédito do serviço. Não "fale" sobre o problema específico que gerou o pedido de oração do solicitante mas reforce a fé dele e incentive-o a orar também;

  6. Como haverá facilidade de comunicação entre todos os intercessores do OraNet que participam do grupo virtual, combine as ações proativas da oração em grupo, através da Internet, sugerindo tipos de orações, horários comuns para que todo o grupo entre em sintonia (no horário de uma cirurgia de um solicitante, por exemplo) e o que você achar criativo e útil. Troque ainda informações e peça orientações aos sacerdotes e religiosos(as) que também participam do OraNet ou mesmo da sua Paróquia;

  7. Se você é carismático, leve as orações impressas para serem colocadas nas caixinhas de pedidos nas reuniões de costume das equipes de intercessão. Assim, outros irmãos e irmãs poderão reforçar, com orações, obviamente, os pedidos apresentados pelos interessados através do OraNet.

  8. Leve em consideração todo pedido formulado no OraNet, por mais simples e ingênuo que o mesmo possa parecer; se o pedido for impróprio,  ore ao Senhor mesmo assim. O Senhor irá atender conforme a Sua santa e justa vontade; Ele sempre decidirá pelo melhor para o cristão.

[Volta] |Home|
 
barra2.gif (405 bytes)
MUNDO CATÓLICO
Atualizada em 30/11/03